Curta nossa Página no Facebook

O Escritor

Compartilhe:

O escritor vive e revive a realidade dos fatos e a fantasia dos sonhos. Ele se envolve com as suas descrições pessoais contidas nos escritos além de se emocionar com os seus relatos dos outros (personagens reais ou fictícios). As histórias se misturam e o escritor, por vezes, sai do seu papel, pois ele torce, chora, grita e conversa com os personagens das suas obras. O conteúdo das histórias saltita do papel ou da tela do computador e arremata o escritor o qual, silenciosamente, sente tudo que foi materializado nas laudas. O escritor transcende e se perde entre a realidade e a fantasia até por que ele costuma fantasiar para conviver com essa realidade, eventualmente, fria e insossa.

O escritor é um contador de histórias capaz de se fascinar com o simples e também de gerar o fascínio pela vida e um fascínio na vida daquele que degusta das suas prosas e poesias. O escritor permite que a vida aconteça e que o produto das suas páginas seja o tempero para os dias amargos. O escritor é um eterno apaixonado e vive paixões fortes e atraentes. Desse modo, é costumeiro perceber que o escritor vive uma existência movida pelo amor e pelo desejo. Esses desejos estão contidos nas suas histórias repletas de vivências e de conquistas. Claro que as frustrações, também, aparecem nas entrelinhas, contudo o escritor sempre deseja vencê-las. As mensagens compartilhadas pelo escritor sempre possuem um por que. Elas nunca serão soltas e perdidas. Na verdade, elas são provocativas e acabam tocando aquele que tiver sensibilidade de percebê-las. Ser escritor é isto – viver no limite das possibilidades e atuar possibilitando o bem, visto que, o refletir com os conteúdos das suas histórias desenvolve a bondade.

O escritor tem uma tarefa nobre e prazerosa. As letras, sílabas e palavras são perspectivas que ultrapassam o simples vernáculo. Nelas, há diversos sentimentos geradores de insights, percepções e mudanças. Ao final de cada texto escrito, o escritor percebe que mudou e que ele não é mais o mesmo. O produto do seu esforço, seja em prosa ou em poesia, permitirá, também, mudanças no leitor, pois é impossível ler sem se envolver consigo e com suas próprias questões. Então, pode-se concluir que uma das missões do escritor é gerar mudanças nas pessoas e, por conseguinte, no mundo. Nesta metamorfose mágica, o escritor vai atuando e vivendo. Um mundo sem leitura seria um mundo sem razão de existir. Um mundo sem os escritores seria um mundo embrutecido onde os sentimentos bondosos morreriam pela impossibilidade de disseminá-los entre as pessoas.

Como escritor, vivo este turbilhão de eventos descritos acima. Sinto-me recompensado ao final de cada material finalizado. Em função dessa vivência, só me resta parabenizar a todos os escritores pelo seu dia (25 de julho). Meu obrigado do fundo do coração. Agradeço por fazer com que a minha vida e de todos se mantenham pulsantes.

Régis Eric Maia Barros

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Agende sua consulta Interno
  1. Agende sua Consulta

    Stabilis, juntos em busca do seu bem-estar.

  2. Nome
    Entrada Inválida
  3. Telefone
    Entrada Inválida
  4. E-mail*
    Entrada Inválida
  5. Mensagem
    Entrada Inválida
  6. 61 3222-7579 | 9252-3040

XiTech61 3222 - 7579 | 99252 - 3040
Centro Médico Júlio Adnet - SEPS 709/909 LT A Bloco B Sala 225
CEP: 70360-701 - Asa Sul, Brasília - DF | Dr. Régis Barros - CRM/DF 15031

Nos acompanhe: Facebook Clínica Stabilis Psiquiatria