Um caminho de flores…

Certa vez, um paciente perguntou-me: “doutor, o senhor tem medo de caminhar no caminho da vida?”. Respondi que, às vezes, sim, mas, quando temo, eu procuro a luz e as flores e, se eu pudesse doar, eu doaria a todos um caminho de flores.

E por quê?

Por que, numa jornada difícil, como é a vida, ter flores consigo permite uma paz interior. Flores e amor se misturam. Flores e paixão se tocam. Flores e sonhos acordam juntos. Então, tê-las, ao caminhar pelos percalços da vida, significará a certeza do divino, sobretudo pela possibilidade de degustar do amor, da paixão e dos sonhos.

A flor fala por si. Bela e singela. Colorida e cheirosa. Feliz e verdadeira. Assim, é a flor. E, por tudo isso, eu desejo que elas estejam na jornada de todos. Que elas estejam nas jornadas dos meus amados. Que elas estejam nas jornadas dos meus amigos. Que elas estejam nas jornadas dos desconhecidos e que elas estejam, até, nas jornadas daqueles que me olham com olhos atravessados. Ofertar flores, inclusive para aqueles que me ofertam espinhos, configura a certeza de que em mim habita o amor e, com ele e com as flores, entro em sintonia com Deus. Escalamos, diariamente, a montanha da vida. Ela, vez por outra, nos leva a percursos inóspitos e pedregosos. Ora escorregamos, ora cansamos. Em alguns momentos, temos, até, desejo de desistir. No entanto, se flores aparecem, mesmo que remotamente, respiramos e seguimos em frente. Sorrimos ao olhá-las. Respiramos profundamente e criamos forças para prosseguir. Como dito por Cora Coralina, “fazemos a escalada da montanha da vida removendo pedras e plantando flores”.

Por tudo isso, resta-me desejar muitas e muitas flores para todos…

(*) Foto com um caminho de flores no meu quintal

Régis Eric Maia Barros

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>